sexta-feira, 6 de maio de 2011

Patologias na Construção Civil

Introdução ao assunto:

O termo "patologia" é derivado do grego(pathos - doença, e logia - ciência, estudo) e significa "estudo da doença". Na construção civil pode-se atribuir patologia aos estudos dos danos ocorridos em edificações. Essas patologias podem se manifestar de diversos tipo, tais como: trincas, fissuras, infiltrações e danos por umidade excessiva na estrutura. Por ser encontrada em diversos aspectos, recebe o nome de manifestações patológicas.
É comum ouvirmos dizer que irão tratar uma patologia, porém é errôneo afirmar isso. Pois após sabermos o significado da palavra patologia, é fácil concluir que estudamos e tratamos os defeitos causados por ela e não ela propriamente dita.

PATOLOGIAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL:
1 - Infiltrações e danos por Umidade


Talvez os danos por umidade e infiltrações sejam os mais comuns em edificações nos dias de hoje. A má execução dos projetos, a falta de preparo dos profissionais e o descaso com os fatores naturais são sem dúvidas as principais causas desses problemas. Apesar de serem danos primários, eles podem acarretar em problemas maiores em uma construção. A infiltração, por exemplo, pode resultar em uma corrosão séria da estrutura e do "esqueleto" da edificação.

1.1 INFILTRAÇÕES


 As infiltrações são os danos mais comuns nas construções e podem ser encontradas nas mais variadas edificações. A infiltração é ocasionada na maior parte das vezes pela má instalação hidráulica do local. Se essas instalações não forem bem aplicadas ocorrerão vazamentos e, consequentemente, infiltrações na estrutura do local. Quando uma instalação hidráulica é bem aplica, a vedação correta impede que a água escorra e entre em contato com o concreto. Algumas infiltrações são causados quando uma edificação absorve de modo exorbitante  a umidade do solo, prejudicando os materiais que formam a estrutura.

A infiltração de início pode parecer algo relevante, que não influenciará em nada na edificação, porém o problema é maior e fica ainda mais grave quando não tratado. O problema pode ser diagnosticado no momento de aplicação das instalações, onde se encontra alguma falha na instalação ou então no processo de impermeabilização. Processo esse de suma importância para evitar infiltrações no local. As infiltrações causam danos visíveis a pintura do local, porém o mal maior é o que não podemos ver. Dentro do corpo da obra, as infiltrações danificam a estrutura e podem ocasionar danos ainda maiores, como por exemplo corrosão na estrutura metálica.
Além disso, as infiltrações podem acabar expondo as armaduras de metal, o que ocasiona um dano grandioso a estrutura da obra. Dependendo do grau tendo até que se realizar uma reforma apurada em determinado ponto.

Um fato curioso é que as infiltrações podem ocorrer através de outras patologias também, como as trincas e rachaduras. Mas como isso ocorre? Simples. As águas de chuva com o auxílio do fator gravitacional escorrem pela fachada da edificação e adentram as rachaduras e trincas. E ao entrar nessas trincas e rachaduras as infiltrações podem dobrar o problema. Ou seja, ao detectar uma patologia é necessário que urgentemente seja feito um estudo para assim resolver os defeitos causados.

A seguir imagens que ilustram alguns casos de infiltração:


Figura 1:

A figura 1 ilustra um dos casos mais graves de infiltração, quando a estrutura de metal, mais conhecida como "armadura", é exposta. Ao ser exposta, a armadura pode sofrer danos irreversíveis. Esses danos podem ser causados por efeitos naturais.

Figura 2:



A figura 2 mostra quando as infiltrações atingem as ferragens, que são a base da edificação. Quando isso ocorre a edificação fica condenada por oferecer riscos. A infiltração pode corroer o metal.

Figura 3:

Na figura 3 vimos algumas rachaduras. As rachaduras colaboram para as infiltrações, pois nesses casos com a gravidade as águas que escorrem de chuvas podem entrar e danificas o interior da estrutura.

Figura 4


Na figura 4 vemos dois casos: o 1º é o de infiltração em uma cobertura, proveniente de uma piscina. O local foi mais impermeabilizado e sofreu grandes danos com a infiltração; no 2º caso temos a infiltração em um estado mais avançado, onde a agua encontra-se percolada em um ponto crítico de infiltração.

-


Ou seja, de modo mais resumido a infiltração é uma patologia que causa outras patologias. Ela consiste na penetração da água nas estruturas seja por fissura ou pelos poros do material utilizado. As principais estruturas atingidas são as de concreto e alvenarias com deficiência na impermeabilização. Essas infiltrações causam manchas indesejáveis nas paredes, bolhas e danos na pintura, inundações, e danificam a estrutura da edificação.


Como prevenir?


O meio mais coerente é seguir a risca as exigências de construção. Se executado de forma correta, dificilmente uma construção terá danos e problemas. Porém, se esses problemas surgirem, tais como fissuras e rachaduras, devem ser tratados com urgência por profissionais capacitados e por métodos eficientes. Uma patologia requer um estudo apurado para se obter um resultado satisfatório, do contrário uma sucessão de erros acarretará no aumento de problemas.

3 comentários:

  1. Muito legal to no segundo período de Engenharia Civil e to curtindo muito, vou sempre acompanhar o blog!

    Boa sorte e continuem com esse ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Olá, muito obrigado.. acompanhe sempre o blog e fique por dentro dos acontecimentos e das novidades do ramo!!!

    ResponderExcluir
  3. Realmente é interessante expor a definição de patologia e exemplificar o que ocorre e como ocorre ! Parabéns !

    ResponderExcluir